quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Todo apoio à greve dos trabalhadores da saúde

TODO APOIO À GREVE DOS TRABALHADORES DA SAÚDE!

O Governo Colombo vem patrocinando enormes ataques ao conjunto dos trabalhadores. O governador tenta privatizar de todo jeito a saúde pública com as famigeradas OS (Organizações Sociais). Deixa ao relento unidades de saúde ao deixar faltar de tudo (remédios, equipamentos, leitos e etc.). Tenta rebaixar salários, não negocia e criminaliza os trabalhadores da saúde pública em greve. Como se fosse pouco na sua cruzada contra os serviços públicos, Colombo fecha escolas públicas, destrói o plano de carreira dos professores, sucateia empresas públicas e desvaloriza servidores da segurança pública mantendo um anacrônico regime autoritário que proíbe esses trabalhadores de se organizarem por melhores condições de trabalho.

Isso é decorrência do caráter do governo Colombo: um governo para ricos e poderosos. Ao mesmo tempo em que ataca o serviço público e diz que não tem dinheiro para investir, Colombo pagou somente no ano passado R$ 1,5 bilhões das dívidas externa e interna e deu R$ 4,5 bilhões de isenção fiscal. Tudo para preservar o lucro das grandes empresas, do agronegócio e dos grandes bancos diante da crise econômica internacional e da desaceleração econômica brasileira.

A mesma política vem tendo o Governo Dilma. Cortam bilhões da saúde e da educação para preservar os lucros dos grandes capitalistas e ameaçam com a privatização os Hospitais Universitários. Agora quer impor a famigerada reforma trabalhista através do ACE (Acordo Coletivo Especial) para impor diminuições salariais, aumentos de jornada de trabalho, impulsionar a terceirização e atacar direitos históricos como as férias, a licença maternidade e o 13º salário. Dilma também planeja a mudanças na regra da aposentadoria trocando o fator previdenciário pelo fator 85/95 que mantém todos os empecilhos para os trabalhadores se aposentarem e que diminui significativamente o valor das aposentadorias.

Neste dia 28 de novembro protestamos aqui em defesa da greve na saúde pública e contra a política do arrocho de Colombo e em Brasília dezenas de entidades sindicais e movimentos sociais protestam contra as Novas Reformas Trabalhista e Previdenciária que vão massacrar mais ainda nossa classe. Os ataques dos governos são muitos e precisamos unir todos os trabalhadores em luta.

Nós, do PSTU, declaramos total apoio à luta dos trabalhadores da saúde contra a redução salarial, pela garantia das 30 horas, contra a privatização e pela conquista dos demais direitos! O caos na saúde é ocasionado pela falta de investimentos e a privatização e não pela greve. A culpa dos transtornos na saúde pública é toda do governo Colombo que não negocia e só massacra os trabalhadores com a criminalização da luta! Chamamos a toda a população e aos sindicatos e movimentos sociais para que apoiem essa luta e ampliem a rede de solidariedade. Exigimos do governo Colombo que negocie e atenda a pauta dos trabalhadores. Exigimos do Governo Colombo que retire qualquer punição ou criminalização dos que lutam!



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.