quinta-feira, 29 de agosto de 2013

30 de agosto: a juventude faz um chamado





A Juventude do PSTU faz um chamado à juventude de todo o país a se somar a classe trabalhadora no dia de paralisação nacional que ocorrerá dia 30 de agosto, na próxima sexta. No nosso site nacional - 
http://pstu.org.br/node/19905 - dizemos que “depois das gigantescas passeatas de junho e do ensaio de greve geral de 11 de julho, agosto promete dar continuidade ao novo momento que vive o país”.
 E o novo momento é de avançar nas conquistas da juventude e dos trabalhadores. A juventude em todo país saiu às ruas para lutar por um futuro, com acesso a educação, saúde e trabalho. Lutou bravamente nas ruas pelo Passe Livre, contra a “Cura Gay”, contra a corrupção e a repressão policial.

Aqui em Florianópolis não foi diferente, lotamos às ruas, ocupamos a Beira Mar e as pontes de acesso ao continente. Apesar de toda a mobilização, o prefeito César Souza Jr. não reduziu os valores das tarifas de ônibus, mesmo com a redução de impostos que as empresas ganharam, ou seja, o prefeito além de não ouvir às vozes das ruas, garantiu o aumento do lucro dos donos das empresas de transporte. O prefeito da cidade foi eleito com o slogan de que seria a gestão das creches, que as mães e pais poderiam trabalhar com tranquilidade, pois teria as vagas das creches garantidas. No entanto, no caminhar da gestão, até o momento nada avançou na política de creche. Não há creches suficientes e as que já existiam tem péssimas condições de funcionamento. Assim, o prefeito manezinho só faz mais do mesmo, só ficou nas promessas.   

Na UFSC, universidade que a Juventude do PSTU tem mais presença em Santa Catarina, vivemos um momento de tensão, porque tentam nos tirar direitos conquistados. A atual reitora, Roselane Neckel, mantém uma postura autoritária de cercamento do campus, de retrocesso nas políticas de permanência e na postura antidemocrática de uma gestão que foi eleita com o discurso de diálogo. 

Com uma situação semelhante ao do país inteiro, com grandes mobilizações, só é possível dizer duas coisas: não nos tirarão direitos e conquistaremos mais e mais. A Juventude do PSTU entendendo que a aliança com a classe trabalhadora é fundamental para a transformação da sociedade e a construção do socialismo convida toda a juventude de Florianópolis e do país a se somar ao dia 30 de agosto, o dia que a classe trabalhadora paralisará o país.


 
Gilmar Salgado convocando o dia 30 de agosto no ato das Centrais em julho


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.