segunda-feira, 28 de julho de 2014

Rosane de Souza defende a imediata readmissão dos 200 demitidos do IBGE

Candidata do PSTU ao Senado pelo Estado de Santa Catarina participa de ato de apoio à greve dos trabalhadores do IBGE e contra as demissões do Governo Dilma

No último dia 23 de julho, a candidata do PSTU ao Senado pelo Estado de Santa Catarina, Rosane de Souza, participou do ato em apoio à greve dos trabalhadores do IBGE. Rosane conversou com a secretaria de comunicação do PSTU Florianópolis.




Segundo Rosane de Souza, “são 59 dias de greve e sem negociação do governo Dilma com os grevistas. Banqueiros e empresários, Dilma os recebe de tapete vermelho e concede bilhões; para a classe trabalhadora nada. E agora temos 200 demitidos na greve do IBGE como forma de punição aos grevistas. Tratamento parecido dá o governo Colombo para os servidores aqui no estado: na escola João Gonçalves Pinheiro, no bairro Rio Tavares, em Florianópolis, professores foram afastados e proibidos de dar aula porque lutaram por melhores condições de ensino”.

“É muito justo que os trabalhadores do IBGE estejam hoje em ato por todo país em frente aos diretórios do PT para que o governo federal mude sua postura. Minha candidatura está a serviço da valorização do serviço público e dos servidores. Exigimos a imediata readmissão dos funcionários demitidos. Lutar não é crime, é um direito”, salientou Rosane.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.