sábado, 5 de setembro de 2015

Até quando seremos silenciadas(os)? Parada da Diversidade é para lutar por direitos!!


Neste ano em que comemoramos os 46 anos da revolta de Stonewall nos Estados Unidos, que até hoje é reconhecido como o principal marco da luta LGBT, a juventude e a classe trabalhadora brasileira se levantam e tem em sua vanguarda os setores mais oprimidos. A luta pela aprovação da cartilha LGBT nas escolas públicas, pela criminalização da homofobia e pelo reconhecimento do nome social em todas as instâncias do Estado prova que os LGBTs estão à frente da luta junto com a juventude e as(os) trabalhadoras/es.


César Jr e Colombo atacam LGBTs

O prefeito César Souza Jr e o Governador Raimundo Colombo, ambos do PSD, em atendimento aos setores mais conservadores da política catarinense, a exemplo dos deputados estaduais Ismael dos Santos (PSD) e de Narcizo Parisotto (DEM), atacam a população LGBT ao retiraram dos planos municipal e estadual de educação a menção à genêro e sexualidade. Em Florianópolis chegamos até a ter a proposta do vereador Deglaber Goulart (PMDB) de “tratamento gay”, onde enquadrava LGBTS como “portadores de patologias de transtornos de identidade sexual e transtornos de preferências sexuais”, prevendo tratamento psicológico.

O vereador Tiago Silva (PDT) de Florianópolis, por ser homossexual, também muitas vezes sofreu com a opressão homofóbica. Nós, do PSTU, somos contra a opressão que ele já sofreu e a repudiamos. Mas isso não nos impede de apontar as incoerências do que propõe ao movimento LGBT. Mantém-se aliado aos governos César Jr e Colombo que só atacam as(os) LGBTs e, junto da prefeitura, do governo do estado e dos empresários do setor do turismo e de serviços da cidade, transforma a parada LGBT num evento desprovido de luta e reivindicação, priorizando o apelo comercial. É justo o sentimento que muitas/os de nós temos de festejar nesse momento, mas não precisamos abrir mão das reivindicações. As paradas precisam ter como centro a exigência da criminalização da homofobia e a garantia de direitos plenos aos LGBTs.


Dilma-PT e o Congresso Nacional também atacam

Infelizmente, também na esfera da política nacional vemos muitos ataques. Na contra mão dos interesses da população, o Projeto de Lei nº 122 que criminaliza a homofobia foi arquivado por este congresso de corruptos, a cartilha de combate à LGBTfobia foi rejeitada e o Brasil continua sendo o país com o maior índice de assassinatos de transsexuais. Políticos asquerosos como Bolsonaro (PMB), Feliciano (PSC) e Eduardo Cunha (PMDB) destilam ódio no Congresso Nacional e na grande mídia e ficam impunes. Aécio Neves do PSDB conta em seu partido com o deputado João Campos (PSDB-GO) que fez o projeto no Congresso Nacional de “cura gay” e que só foi derrotado graças a força das mobilizações em 2013.

Dilma e o PT, que retiraram o kit anti-homofobia das escolas, se reelegeram reafirmando seus compromissos com os setores mais conservadores e reacionários. Agora com sua política de ajuste fiscal, que vem cortando verbas dos serviços públicos e promovendo o desemprego e o arrocho salarial, penalizam, principalmente, os setores mais oprimidos da classe trabalhadora, a exemplo dos LGBTs, negras e negros e mulheres.


A Saída para garantir os direitos LGBTs é a Luta!

Nós do PSTU somos contra todas as formas de opressão e exploração! Defendemos de maneira intransigente a criminalização da homofobia, da lesbofobia e da transfobia, a regulamentação do nome social e desburocratização do acesso a hormonioterapia e cirurgia de redesignação sexual pelo SUS, o reconhecimento legal do casamento civil igualitário, a facilitação da adoção por casais homoafetivos, o uso de material didático que eduque a respeito da diversidade sexual e contra a opressão, o atendimento médico específico para as demandas LGBTs no SUS, a construção de casas abrigo para mulheres, homossexuais, bissexuais e transexuais que foram vítimas de opressão! Vamos conseguir tudo isso com muita mobilização independente de governos e empresários!

Chega de Dilma, Cunha, Aécio e deste congresso corrupto e LGBTfóbico! Basta de César Jr e Colombo!

Chega de Bancada religiosa no Congresso, na Assembleia Legistlativa e na Câmara de Vereadores! O Estado tem que ser Laico!

Por um governo socialista das/os trabalhadoras/es que combata intransigentemente a opressão e a exploração!

Facebook: https://www.facebook.com/pstu.florianopolis

PSTU – PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO

________________________

Leia também:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.