sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Notícias de hoje sobre o futuro da educação pública e dos servidores de Santa Catarina


1) O governo do Estado quer terceirizar os professores das APAEs. Está fazendo de tudo para não contratar professores via processo seletivo para poder terceirizar. Seu plano é terceirizar a educação, contratando profisionais superexplorados e sem formação (ou seja, "cuidadores"), pois pretende reduzir os custos com a educação. Trata-a como um serviço, não como um direito. Além do mais, a terceirização propicia (ou ao menos facilita) futuros escândalos de corrupção com a futura terceirizadora. Hoje são as APAEs. Amanhã pode ser todo o ensino público;

2) O Raimundo Malvadeza Colombo - como é conhecido pelos servidores estaduais -  falou em encontro de empresários brasileiros e alemães que "a constituição de 1988 criou direitos demais". Com certeza está querendo acabar com direitos da classe trabalhadora porque os privilégios de gente como ele seguem intactos;

3) Raimundo Malvadeza Colombo ataca novamente. Já anunciou que os novos servidores concursados terão aposentadoria diferenciada (entenda-se pior). Já os ex-governadores seguem todos com a super aposentadoria intacta.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.