quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Saúde Pública na mira da privatização: Gean Lorota terceiriza médicos das UPAs Sul e Norte

Charge - Bruno (chargesbruno.blogspot.com)
Agora os médicos que vão trabalhar na UPA Sul e UPA Norte serão fornecidos por uma empresa terceirizada. É o que foi anunciado no diário oficial.1 Isso vai gerar queda da qualidade do serviço, vai custar mais caro para a prefeitura de Florianópolis e vai abrir mais espaço para a corrupção.

A saúde pública da cidade está sofrendo corte no orçamento ano após ano por causa da velha política de jogar a conta das crises e das corrupções nas costas do povo trabalhador. É por causa disso que nos postos de saúde e UPAs faltam médicos, medicamentos, vacinas, papel higiênico e álcool e não raras vezes encontram-se sem água ou luz.

Gean Lorota (PMDB) não perdeu tempo e já está aplicando a reforma trabalhista e a lei de terceirização dos meios fins criadas pelos mafiosos de Brasília e pelo Temer. Mas o sucateamento da saúde pública foi feito de caso pensado pelo atual prefeito e seus antecessores justamente para depois poderem terceirizar e privatizar. Isto é criminoso!

A desculpa do prefeito e da imprensa vendida é de que terceirizar é bom. Mas há vários estudos, inclusive oficiais do Estado brasileiro, que mostram que a terceirização custa mais caro para o Estado do que a contratação direta. Isso se deve ao fato de além de pagar o trabalhador também é preciso pagar a empresa que terceiriza, por exemplo: as serventes na prefeitura recebem um salário-mínimo mas a empresa terceirizadora recebe pelo menos o dobro por cada trabalhadora.

Outro problema é que o serviço rende menos por causa da insegurança do emprego (menos direitos e mais assédio) e do baixo salário. E ainda é um prato cheio para os mafiosos fantasiados de políticos que vão receber seus 10% da empresa que “ganhar” a licitação. Ou seja, péssimo negócio para o povo, excelente para empresários e políticos ladrões.


Barrar a terceirização! Concurso público Já!

A terceirização dos médicos marca o começo da terceirização de todos os serviços públicos. Hoje são os médicos das UPAs, amanhã toda saúde pública e depois os professores das escolas. Os trabalhadores da prefeitura e o Sintrasem precisam se organizar para lutar firme contra essa terceirização!
Precisam também denunciar e explicar para a população! No começo do ano o povo trabalhador da cidade deu um forte apoio a greve dos servidores da prefeitura e agora é preciso buscar de novo esse apoio em defesa do serviço público.



Prefeito MENTE sobre não ter dinheiro

Gean mente quando diz que a prefeitura não tem dinheiro para investir no povo e nos serviços públicos. Faz isso para garantir os privilégios dos ricos e capitalistas.

Apenas de 2013 à 2015, a Prefeitura deu a fortuna de R$ 165 milhões em isenções de impostos para empresários e pagou R$ 103 milhões aos banqueiros de dívida pública, uma agiotagem que deve ser suspensa e investigada. Em 2017 a Prefeitura aumentou as passagens de ônibus acima da inflação.

Os políticos dizem que tem crise no orçamento, mas não cobram os grandes devedores de impostos da cidade que já devem mais de meio bilhão de reais. Na verdade, falta dinheiro para os trabalhadores porque o prefeito e os vereadores estão a serviço dos ricos da cidade! Por isso não acabam com a isenção de impostos dos grandes empresários e não cobram dos caloteiros ricaços que devem milhões.

Gean Lorota falou que ia cortar cargos comissionados e Secretarias e “combater” os megas salários. Mas isso foi tudo mentira! Se fosse verdade acabaria com todos os cargos comissionados, igualaria os salários dos políticos ao de um professor no início da carreira, realizaria uma ampla auditoria nos contratos superfaturados da prefeitura e não deixaria impunes os corruptos da Ave de Rapina.

  • Barrar a terceirização e privatização nos serviços públicos de Florianópolis! Concurso público já!
  • Contra a reforma da previdência e trabalhista!
  • Greve geral contra as reformas! Que os ricos paguem pela crise!

--------------------------------------------

1 Diário Oficial da PMF de 27/11/17.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou dessa matéria? Deixe seu comentario.